Setembro 25 2008

Image Hosted by ImageShack.us

 

 Ainda no seguimento do post sobre as barreiras arquitéctónicas deixem-me aqui prestar homenagem a uma pessoa que admiro imenso pela coragem e pela determinação! O nome José Lima pode não ser muito familiar para a maioria mas se vos falar da iniciativa "Do Minho ao Algarve em cadeira de rodas" talvez vos surja na memória a imagem de um senhor dos seus 40/50 anos que durante vários dias percorreu o país de norte a sul em nome das suas convicções e da luta pela igualdade!!!!

Foi uma verdadeira maratona que aconteceu pela segunda vez este ano! Apesar da cobertura dos media não ter sido tão intensa como no ano passado (o que é uma pena) acho que a mensagem voltou a passar pelo menos para os mais atentos. Segundo o próprio esta iniciativa foi "Um grito rebelde e de sede de justiça". A mim parece-me é que o grito não fez muito eco...ou pelo menos não deixaram que fizesse.....mas paciência!!!!  Mas é inevitável admirar a força deste homem e a determinação com que ele leva até ao fim os seus objectivos!!!!  Só me resta dizer que ser vizinha dele é uma honra....gosto de me ver rodeada de pessoas que lutam pelo que querem e que sobretudo sabem viver!!!! Ele sabe, eu sei e todos sabem que ele é um verdadeiro vencedor....basta olhar para ele!

Fica aqui a minha homenagem!

publicado por sandra às 18:44

Setembro 23 2008

Pois é, hoje estou assim cheia de vontade de pegar num belo alicate e arrancar esta coisa metálica que tenho nos dentes...estou quase a fazer um ano de sacrificio mas parece que o tempo não passa......quero tirar istoooooooo!!!!!

Pronto desculpem lá o desabafo mas realmente não é fácil....

Eu sei que é por uma boa causa mas realmente acordar todos os dias com isto na boca não é propriamente a melhor coisa do mundo!!!!

 

Ainda por cima hj estava eu nos meus segundos de depressão matinal (que acontecem logo após o momento em que olho para o espelho) quando ouço uma musiquinha irritante vinda da televisão!!! Vou ver e o que era...perguntam vocês????? Nada mais nada menos do que o genérico de uns desenhos animados (PATÉTICOS) que dão pelo nome de "sorriso metálico"..... é caso para dizer: nada mais apropriado!!!!

Como devem imaginar fiquei tão comovida a olhar para a televisão que ainda bem que não tinha nada à mão nada que desse para atirar contra o ecrã!!!!!!!!!! Achei aquilo deprimente mesmo....e sobretudo uma forma não muito simpática de brincar com os sorrisos metálicos que existem por este mundo a fora!!!! Mas enfim até os desenhos animados estão a perder qualidades....eu sou do tempo....em que existia animação de qualidade...!!

 

Fica aqui a minha nota de protesto....

publicado por sandra às 13:58

Setembro 22 2008

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

 

A plataforma interassociativa de ambiente, urbanismo e ordenamento do território – CONVERGIR surgiu entre 2001/2002 e desde há três anos tem vindo a organizar um encontro anual que está aberto não só aos associados das entidades integrantes da plataforma, mas também ao público em geral.
 

Caminha e Viana do Castelo foram as cidades escolhidas para receber o III Encontro CONVERGIR, a decorrer entre os dias 25 e 26 de Outubro.
Sob o mote “Desta água (não) beberei: Água, rios, mar, território e sustentabilidade”, o encontro promovido pela plataforma interassociativa CONVERGIR abordará, ao longo de três painéis, as problemáticas associadas à gestão dos recursos hídricos. As inscrições para o III Encontro CONVERGIR podem ser efectuadas, via correio electrónico ou fax, até 15 de Outubro próximo.
 

 Achei que seria uma sugestão interessante!!!:)

 

P.S. - Para mais informações basta visitarem o site: http://www.convergir.org/

publicado por sandra às 21:39

Setembro 21 2008

Free Image Hosting at www.ImageShack.us
 


 

O mar...sempre o mar, o meu porto, o meu conforto, o meu descanso! Nele repouso nas horas de cansaço...nele me revejo quando a raiva mora em mim!

Sempre adorei o mar,  quando quero pensar na vida fico a olhar para ele, a ouvi-lo...e ele fala!!!! A sério....basta fechar os olhos e saber descodificar cada som, cada murmúrio, cada rebentar da onda que chega...e diz tanto!!!! Olhar o mar e ver mais do que ele mostra...deixar-me levar sem sair do sítio e respirá-lo, tocá-lo, e senti-lo....às vezes majestoso e altivo, às vezes meigo e frágil!!! Talvez não exista no mundo um palco de tantos contrastes de tantas nuances como o mar!!! Ele que pode mostrar a sua força ou seduzir-nos com a sua calmia, ele que pode ser ruidoso ou encerrar em si um silêncio profundo, ele que pode ser mais do que pensávamos ser possivel nas malhas da crueldade que às vezes tece....! Mas o mar é sempre o mar...sempre distante e sempre tão perto, sempre mostrando o seu falso fim e deixando-nos perdidos a olhar para ele.....e deixa-se levar e deixa-se chegar sempre no mesmo passo vagaroso e constante de quem sabe para onde vai!

O mar....só o mar me leva...só ele me faz chegar! 

publicado por sandra às 23:38

Setembro 20 2008

Free Image Hosting at www.ImageShack.us

 

 Vivo numa cidade em que até á bem pouco tempo a biblioteca municipal estava num edificio onde a entrada tinha uma porta estreita seguida de um rol de escadas! Ficavam de fora desse espaço publico de leitura todas as pessoas que por um ou outro motivo não tivessem força/condições fisicas para subirem tal conjunto de degraus. Sim é verdade tirando as ditas escadas não havia outro meio de chegar à biblioteca!!! Felizmente hj em dia já não se vive essa situação pelo menos ao nivel da biblioteca pública...mas ainda muito há para fazer!!!! É necessário alertar consciências, é necessário perceber que as barreiras arquitectónicas ainda são uma realidade muito presente em qualquer ponto deste cantinho à beira mar plantado!!!! Torna-se revoltante perceber que o simples acto de entrar onde queremos, quando queremos e como queremos pode ser um realidade bem distante para uma parte da nossa população! Para percebermos esse sentimento de revolta a crecer dentro de nós basta darmos um pequeno passeio a pé pela nossa cidade e rapidamente detectamos mil e um pontos que só conseguimos transpor graças ao facto das nossas perninhas estarem em perfeitas condições!!! Aquilo que pode ser fácil de transpor para nós pode ser um verdadeiro pesadelo para alguém com dificuldades de locomoção, por isso só nos resta dar voz a esta revolta e pedir que algo se faça para diminuir este triste cenário!!!! Por exemplo a legislação é bem clara qt a estes aspectos mas será que é seguida à risca por todos????? Pois nem vale a pena responder não é? Talvez começar pelo aumento da fiscalização nesta área seja uma boa ideia!

publicado por sandra às 18:11

Setembro 20 2008

Toda a vida ouvi dizer que as palavras são como as cerejas.....ora, como adoro cerejas sempre achei esta frase deliciosa!!!! E para além de ser sábia ( como qualquer frase nascida no ventre do povo) tem dentro de si aquela magia de nos despertar a imaginação para os seus diferentes sentidos! Para mim as palavras são sempre como as cerejas porque uma puxa sempre pela outra e da maneira que sou tagarela primeiro que me cale....ui, ui!!!! Mas também podem ser doces...e podem sobretudo ser partilhadas...da forma mais simples até à mais complexa! Gosto sobretudo das palavras que se tornam eternas....que atravessam o tempo e que por serem o produto de um momento de inspiração fazem com que cada vez que as ouvimos ou lemos nos adocem os sentidos como se de doces cerejas se tratassem!!!!! Porque estou sempre em tempo de vos adoçar a alma...deixo neste post um dos meus poemas favoritos do grande poeta José Régio!

 

 Cântico negro

 

"Vem por aqui" — dizem-me alguns com os olhos doces
Estendendo-me os braços, e seguros
De que seria bom que eu os ouvisse
Quando me dizem: "vem por aqui!"

Eu olho-os com olhos lassos,
(Há, nos olhos meus, ironias e cansaços)
E cruzo os braços,
E nunca vou por ali...
A minha glória é esta:
Criar desumanidades!
Não acompanhar ninguém.
— Que eu vivo com o mesmo sem-vontade
Com que rasguei o ventre à minha mãe
Não, não vou por aí! Só vou por onde
Me levam meus próprios passos...
Se ao que busco saber nenhum de vós responde
Por que me repetis: "vem por aqui!"?

Prefiro escorregar nos becos lamacentos,
Redemoinhar aos ventos,
Como farrapos, arrastar os pés sangrentos,
A ir por aí...
Se vim ao mundo, foi
Só para desflorar florestas virgens,
E desenhar meus próprios pés na areia inexplorada!
O mais que faço não vale nada.

Como, pois, sereis vós
Que me dareis impulsos, ferramentas e coragem
Para eu derrubar os meus obstáculos?...
Corre, nas vossas veias, sangue velho dos avós,
E vós amais o que é fácil!
Eu amo o Longe e a Miragem,
Amo os abismos, as torrentes, os desertos...

Ide! Tendes estradas,
Tendes jardins, tendes canteiros,
Tendes pátria, tendes tetos,
E tendes regras, e tratados, e filósofos, e sábios...
Eu tenho a minha Loucura !
Levanto-a, como um facho, a arder na noite escura,
E sinto espuma, e sangue, e cânticos nos lábios...
Deus e o Diabo é que guiam, mais ninguém!
Todos tiveram pai, todos tiveram mãe;
Mas eu, que nunca principio nem acabo,
Nasci do amor que há entre Deus e o Diabo.

Ah, que ninguém me dê piedosas intenções,
Ninguém me peça definições!
Ninguém me diga: "vem por aqui"!
A minha vida é um vendaval que se soltou,
É uma onda que se alevantou,
É um átomo a mais que se animou...
Não sei por onde vou,
Não sei para onde vou
Sei que não vou por aí!

 

publicado por sandra às 15:24

Setembro 02 2008

Ai...hj foi mesmo para esquecer...por vários motivos mas sobretudo porque senti que tinha sobre mim aquela nuvem cinzenta a acompanhar-me para todo o lado!!!!!!! Nunca fui de acreditar em inferno astral mas se existe hj estive a passar por um......

Ah é verdade até fui persseguida por um drogadinho e tudo.....a dizer aquela triste e típica frase de qualquer drogado que se preze: "uma moedinha...!"

 

O que vale é que sou uma rapariga positiva e por isso sei que amanhã vai ser muito mas muito : MELHOR.......!!!!!!! Quer dizer tendo em conta que vou começar o dia nas finanças não sei se não me vou arrepender de escrever isto!!!!!!!!:)(

 

 

publicado por sandra às 23:00

Agosto 27 2008

Sim eu sei....estou atrasada!!!!!! O dia Mundial da Fotografia foi dia 19 de Agosto mas como nessa altura ainda não tinha o blog acho que estou perdoada!!!!! Pois é, para quem tem duvidas de que uma imagem pode valer mais do que mil palavras deixo aqui dois belos exemplares!!!!!:)

 

 Free Image Hosting at www.ImageShack.us

 

Free Image Hosting at www.ImageShack.us 

publicado por sandra às 14:25

Agosto 20 2008

Hoje é dia de festa.....a minha cidade está ao rubro....!!!!!!! Os sons, os cheiros, as gentes e essa louca mistura entre o sagrado e o profano que fazem qualquer romaria ir ao rubro!!!!! Por isso nada melhor para abrir este blog do que deixar aqui um texto que fiz sobre as festa da minha santa terrinha ( sim eu sei que esta tem direitos de autor - depois pago Bárbara)!!!!

 

 

Viana do Castelo: palco de tradições

 

O património cultural popular de Viana do Castelo torna esta bela cidade num centro de tradições e memórias que o tempo soube preservar e aprimorar. Por estes dias quentes de Agosto Viana acorda mais bela do que nunca, mais iluminada, mais perfumada e mais doce, para receber com todo o seu esplendor os dias de romaria. Eternamente menina e eternamente princesa, a cidade nortenha que mistura os azuis do mar e do rio com o verde do monte que a envolve, prepara-se para viver uma enchente de cor e luz que traz à cena vários rituais e tradições que jamais foram apagados pelo tempo. A Imagem de Nossa Senhora da Agonia, em tempos Senhora da Soledade, veste-se de gala para receber uma vasta multidão que procura envolver-se e mergulhar num clima onde o sagrado e o profano se misturam como faces da mesma moeda.
Falar das festas de Viana é falar do colorido, da alegria, dos sons e dos aromas que compõem toda a variedade etno-folclórica desta região. É impossível passar despercebido ao olhar de todos o colorido dos trajes, a originalidade do artesanato, a alegria que emana do folclore e a imponência do ouro que embeleza e ornamente todos os trajes. Detentora do estatuto de Rainha das Romarias, estas festas são porta bandeira das tradições minhotas e da enorme ligação da cidade de Viana do Castelo ao mar. Tudo começa com a primeira alvorada onde se ouvem os sons dos Zés P`reiras e das Bandas de Músicas a ecoar na Praça da República, que fica ainda mais alegre com as danças características dos Gigantones e Cabeçudos. Durante os quatro dias de festa são vários os momentos que animam a cidade e fazem juntar verdadeiras multidões pelas principais ruas deste município aquando da procissão solene, do cortejo etnográfico e da procissão ao mar. Esta última procissão tão ligada às crenças e às vivências das gentes do mar é um dos momentos mais emblemáticos e emocionantes destas festas. As ruas da ribeira são engalanadas por bonitos e coloridos tapetes de flores que são obra dos moradores da zona. Um momento alto é sem dúvida a passagem dos andores participantes na procissão ao mar (Nossa Senhora d`Agonia, Senhora dos Mares e S. Pedro) pelas ruas da ribeira. Passam os andores num passo lento, apoiados nos ombros dos homens que demonstram dessa forma a sua fé, tocam a compasso os músicos e vemos do céu caírem pétalas de flores sobre o rosto das sagradas imagens que passam pelas ruas como que para abençoar a imensa moldura humana que para elas olham. Se os dias são marcados pelos desfiles e cortejos e procissões as noites são marcadas pelas luzes intensas do fogo de artifício e pelo seu som estridente que ecoa por toda a cidade. Sem dúvida que a Serenata no Rio Lima é um momento de eterna magia onde todos os olhares se direccionam para o céu e esperam todos os anos ser surpreendidos pelo espectáculo de luz e de cor. O rio espelha as formas cada ano mais complexas do fogo de artifício e torna-se testemunha privilegiada de todo espectáculo, tendo ao longo das suas margens milhares de espectadores fascinados.
O colorido de todos estes momentos é de tal forma inesquecível que para os filhos da terra fica a certeza do orgulho e da importância que a história da cidade e das suas raízes tem dentro de cada um de nós. Para os visitantes resta a vontade e o desejo de voltar novamente a viver estes longos e mágicos dias de profunda e enraizada tradição minhota. Terminam as festas e começa a saudade!
 

publicado por sandra às 23:55

mais sobre mim
Outubro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4

5
6
7
8
9

13
16

19
21
22
23
24
25

26
27
28
29
30
31


pesquisar
 
subscrever feeds
blogs SAPO